Cursos >>>>>>

Eventos >>>>>>

Palestras >>>>>>

Banco de Sugestões >>>>>>

 

1) Diagnóstico energético em MTC

  1.1) Avaliação da Língua:

A língua expressa a condição energética (yin ou yang) dos órgãos e vísceras.

A inspeção consiste em observar a forma da língua (fina, inchada, com marcas laterais dos dentes, fissuras) a corda língua (pálida, vermelha, arroxeada), a saburra (quantidade, distribuição, cor-amarela, marrom, preta, branca, cinza).

É possível se identificar se os órgãos estão com deficiência Qi (indicando fraqueza da atividade funcional) deficiência de líquidos orgânicos (indicando deficiência de enzimas, hormônios, líquidos intra e extra celular) ou deficiência de Xue (que é a força do sangue, indicando uma fraqueza nutricional). Observação também quando essas energias estão sendo produzidas, mas não circulam adequadamente , gerando estagnações.

Consiste em observar os aspectos da língua (cor, forma, e saburra) correlacionando aos estados energéticos dos órgãos e vísceras, permitindo um entendimento dos níveis de distúrbios:

•  De primeiro grau: distúrbio energético

•  De segundo grau: distúrbio funcional

•  De terceiro grau: distúrbio lesional

1.2) Avaliação do pulso:

A inspeção do pulso radial informa sobre o estado energético dos meridianos principais do corpo, evidenciando bloqueios e deficiências lateralizadas ou acima / abaixo.

Com esse exame podemos identificar a necessidade de procedimentos técnicos nos meridianos para garantir a capacidade de adaptação energética do ser humano às mudanças externas (climáticas sazionais, locais campos eletromagnéticos disfuncionais, geopatias), bem como a nutrição energética adequada aos órgãos e vísceras.

1.3) Inspeção energética das áreas cardio-respiratória, digestiva e genito-urinária, realizada por aproximação manual dos campos energéticos citados.

Essa avaliação evidencia como está a relação de produção e distribuição energéticas dos órgãos compatíveis.

1.4) Avaliação dos aspectos não verbais , que representam cerca de 70 a 75% da comunicação no relato do paciente sobre suas queixas.

1.5) Interrogatório , que consiste no levantamento de dados sobre a queixa do paciente bem como seu desenvolvimento desde a sua concepção.

1.6) Teste constitucional consiste da avaliação por técnicas de O`ring test e preenchimento de questionário para se identificar a qual elemento da MTC que a pessoa tem maior vulnerabilidade. Essa identificação é importante para sinalizar uma prevenção mais eficiente quanto aos hábitos e cuidados em cada estação do ano.

2) Acupuntura Tradicional Consiste na utilização de técnicas baseadas nas leis dos 5 elementos e lei do Yin Yang ,para a promoção do equilíbrio energético do paciente de forma a promover a harmonização dos ritmos energéticos.

A agulha é o melhor estímulo, podendo ser utilizados também laser, moxa, sementes, eletricidade, magnetos.

Obs: As agulhas são descartáveis.

  3) Acupuntura Moderna consiste da utilização de técnicas baseadas em estudos recentes dos pontos de acupuntura, bem como do seu mecanismo de ação envolvendo conhecimento do campo histo-fisiológico, anatômico e físico-químico dos processos patológicos. É uma abordagem importante nos processos agudos, em que os sintomas devem ser priorizados. Consiste na utilização de estímulos semelhantes aos utilizados na Acupuntura Tradicional Chinesa, com ênfase no processo orgânico imediato.

- ACUPUNTURA: de Acus= agulha + punctura= punturar (espetar)

Fotos Kirlian de agulhas de acupuntura:

Foto 1 agulha nova, intacta.

Foto 2 : agulha usada, torta e com

interrupção no enrolamento do cabo.

Foto: Eneida Mara Gonçalves

foto 1
foto 2
   

procedimento realizado com agulhas descartáveis em nível dos pontos de acupuntura nos trajetos dos meridianos energéticos.

•  As agulhas com o cabo enrolado são mais potenciais ,pois geram mais cargas positivas na ponta .  

•  Ao se tocar nas agulhas, os dedos geram uma maior concentração de cargas na ponta da agulha.

 
fotos: Eneida Mara Gonçalves
 

  Conforme comprovações científicas ,as agulhas são verdadeiras antenas que captam as energias do ambiente, influenciando os níveis de energia da pessoa que recebe a agulhada. IMPORTANTE: - o acupunturista e o ambiente de trabalho do mesmo necessitam estar limpos (em todos os sentidos físicos, energéticos, emocionais , mentais e espirituais)  

•  Para problemas crônicos: agulhas longas e finas  

•  Para problemas agudos ou em trajetos muito yang: agulhas pequenas.    

•  Os pontos serão eleitos segundo: - a estação climática, a queixa sintomática, o tipo de síndrome energética , o local do problema e a necessidade de desobstrução dos meridianos.  

•  As cicatrizes e tatuagens geram campos de interferência nos campos eletromagnéticos do organismo, necessitando de modulação para melhor efetividade do tratamento.  

•  O tempo de permanência das agulhas varia entre 2 a 10 minutos ou entre 15 a 30 minutos, dependendo da necessidade de se tonificar ou dispersar as energias na regulação dos meridianos.  

•  O Acupunturista deve provocar o Te Qi, que é a sensação de dolorimento ou formigamento ao se colocar a agulha, e não necessariamente dor intensa.  

Copyright (C) 2007. eneidamara.com.br. todos os direitos reservados.